Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina
4 anos atrás

Este é a lição #12 do III Trimestre da Escola Sabatina, com o tema “Reforma:curando relacionamentos quebrados”.
Participação Especial: Pr. Rafael Rossi. Faça o download desse vídeo!

Motivação: Duas famílias amigas de uma igreja foram divididas por causa do namoro dos filhos de ambas as famílias. A filha de uma delas ficou grávida e a família do namorado não permitiu que eles se casassem. Isso ocasionou uma crise nas duas famílias. A situação se complicou, quando a igreja teve que discipliná-los. O pai da filha reclamou com muita ira e ameaçou a outra família e a igreja foi abalada por esse incidente. Depois do nascimento da criança, o pai do jovem não suportou mais essa dor do relacionamento quebrado e naquele dia, depois do estudo da Palavra de Deus decidiu levar um presente pelo nascimento de seu neto. Orou a Deus para lhe dar sabedoria para saber o que dizer. Ao chegar, foi recebido com frieza, mais suas palavras de pedido de perdão e reconhecimento lhe permitiram conhecer o seu neto. Isso abriu as portas para que toda a família se reconciliasse. Nem todas as histórias terminam assim. Nesta semana, o foco da lição é:

Foco: Descobrir princípios bíblicos que podem curar relacionamentos quebrados.
Compreensão:

I. Conflitos entre irmãos.
Pergunta 1: Qual foi a diferença entre a atitude de Paulo para com João Marcos e a atitude com Onésimo? Que princípios estão inseridos? Filemom 1-25
Onésimo era um escravo fugitivo de Filemom; um cristão de Colosas.
Sem dúvida, Paulo havia crescido na compreensão da graça e do perdão.

  1.   O evangelho quebra todas as distinções de classes (Gal. 33:28)
  2.   Em Cristo, todos somos irmãos. (Filemom 16)
  3.   O evangelho restaura relacionamentos. (Cl 4:9)
  4.   Deve-se fazer todo o possível para alcançar a reconciliação. Mat.18:15-17

II. A igreja, embaixadores de perdão
Pergunta 2: Três passos ensinados por Jesus para resolver conflitos. Mat. 18:15-17

  1.   Falar com a pessoa que nos ofendeu.
  2.   Se a pessoa não nos ouvir, devemos levar uma ou dois testemunhas, a fim de resolver o problema.
  3.   Se o conflito não for resolvido, levar o assunto à igreja.

Aplicação: E se você não tem vontade de perdoar aquele que o ofendeu? O que você pode fazer quando simplesmente não consegue perdoar? Luc. 23:32-34 O ladrão na cruz. Mat. 18:23-35 A parábola do credor incompassivo.
Criatividade: Se você é consciente de ter uma crise de relacionamento com algum irmão na fé e sabe que essa situação está impedindo seu crescimento cristão, e o Espírito Santo o incomoda, mesmo você não sendo o culpado, tome a decisão hoje mesmo de seguir os passos recomendados por Jesus a fim de restaurar esse relacionamento quebrado! Nada como a paz do perdão.