Detalhes

Bíblia, Missão Global
3 anos atrás

Libras da lição 10 do I trimestre de 2014.

VERSO PARA MEMORIZAR: “A Minha casa será chamada Casa de Oração para todos os povos” (Is 56:7).

Leituras da semana: Is 56:6-8; Mt 11:20-24; Jo 12:20-32; Rm 15:12, At 1: 7, 8

A mensagem de Cristo, desde o seu início, destinava-se a todas as pessoas, em todos os lugares. Desde cedo, o evangelho foi disseminado em todo o mundo, porque ele tem aplicação universal. Sem dúvida, esse conceito desafiou o pensamento dos discípulos. Por exemplo, a reação inicial deles à conversa de Cristo com a mulher samaritana ilustra esse desafio. Eles pensavam que Jesus como Messias era apenas o cumprimento das profecias e esperanças judaicas. De alguma forma, eles haviam ignorado ou interpretado erroneamente os escritos dos profetas, especialmente Isaías, cuja mensagem abrangia todos os povos. Jesus, O Desejado das Nações, não devia ficar limitado a um único grupo. A salvação podia vir dos judeus, mas era para todos. Os seguidores de Cristo transcenderiam fronteiras nacionais, conflitos internacionais, diferenças de linguagem e outras dificuldades, porque Ele mesmo havia estabelecido o padrão de evangelismo transcultural.

Como Adventistas do Sétimo Dia, vemos esse chamado especialmente em Apocalipse 14:6: “Vi outro anjo voando pelo meio do céu, tendo um evangelho eterno para pregar aos que se assentam sobre a Terra, e a cada nação, e tribo, e língua, e povo”.