Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina
1 ano atrás

Compreensão:
Veremos três temas sequenciais que evidenciam os últimos esforços feitos por Jesus para salvar Seu povo.
1. Evidências do cumprimento profético;
2. Jesus anuncia Sua identidade Messiânica;
3. Oportunidades perdidas. Falando da parábola dos lavradores.

I. Evidência do cumprimento profético (Mateus 21:1-11)
Dois aspectos importantes:
1. O cumprimento da profecia. O profeta Ageu deu um ânimo especial àqueles que voltaram do cativeiro de Babilônia. Eles descobriram que o segundo templo seria maior que o primeiro. A profecia dizia: “A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos” (Ag 2:6-9).
João relaciona o simbolismo da reconstrução do templo com o corpo de Jesus. Ele seria um templo maior. Nesse lugar haveria paz duradoura (João 2:19-21).
2. Desafio ao reino existente. Algumas lições da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém:
a. Havia muita gente, por dois motivos: a época da Páscoa estava chegando e a fama de Jesus havia se estendido por causa da ressurreição de Lázaro.
b. Jesus entrou em Jerusalém montado em um jumento. Essa decisão intencional de Jesus responde à profecia de Zacarias 9:9, onde se menciona a entrada do Rei, justo, salvador e humilde, montado em um jumento.
c. Entrar em um cavalo haveria identificado um líder militar. Mas entrar em um jumento simbolizava a chegada pacífica do Messias como príncipe da paz. Apocalipse 19:11-21 afirma que na ocasião da segunda vinda, Jesus virá em um cavalo, para estabelecer seu reino para sempre.