Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina, Missão Global
5 anos atrás

VERSO PARA MEMORIZAR: “Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna!” (Jo 3:14, 15, ARC).

Leituras da semana: Lc 5:27-32; 13:1-5; Mt 22:2-14; Zc 3:1-5; Jo 8:30, 31; Lc 14:25-27

Quando os israelitas estavam sendo mordidos por serpentes no deserto, Deus instruiu Moisés a fazer uma serpente de bronze e colocá-la sobre uma haste para que as pessoas que fossem mordidas pudessem olhar para ela e ser salvas. Que propriedades curativas uma serpente de bronze poderia ter? Nenhuma! A cura vinha somente de Deus. No entanto, ao olhar para a estátua de bronze, os israelitas demonstraram fé em Deus como sua única esperança de vida e salvação.

O Senhor queria ensinar-lhes uma lição espiritual. Ele transformou um símbolo de morte em símbolo de vida. A serpente de bronze era símbolo de Cristo, que Se tornou o Portador de nossos pecados, a fim de nos salvar. Pela fé, todos podemos olhar para Cristo levantado na cruz e encontrar cura para a ferida mortal causada pela antiga serpente, Satanás.

Caso contrário, estamos condenados a morrer em nossos pecados. A Palavra de Deus expressa o que deve ser dolorosamente óbvio: como seres humanos, somos pecadores necessitados da graça. Essa graça é oferecida a nós em Cristo Jesus. Nesta semana, estudaremos os ensinos de Jesus sobre os passos simples e práticos para a salvação.