Detalhes

Bíblia, Escola Sabatina
3 anos atrás

Motivação: Vou começar a fazer algumas breves perguntas a Diego. Diego escolhe uma ou outra opção:
• frio ou calor;
• doce ou salgado;
• celular ou computador;
• férias na casa de parentes ou em outros lugares;
• matemática ou literatura.

Você viu? Cada um tem sua própria escolha. A vida está cheia de escolhas. Vai depender das escolhas corretas para ser vencedores no grande conflito.

Foco: Saber como é que as pessoas respondem à surpreendente revelação da majestade de Cristo.
Compreensão: Escolhemos dois assuntos que têm relevância na lição desta semana. Vocês podem fazer sua própria escolha também.
Apenas para fins pedagógicos, sistematizamos a lição nesses dois assuntos:
1. Respostas ao reino; 2. Majestade de Cristo e Sua Palavra.

I. Respostas ao reino
1. Resposta de Pedro ao pedido de Jesus, que lhe ordenou: “Lançai as redes para pescar”. As redes que ele havia acabado de limpar.
Lucas 5:4,5 diz que Pedro respondeu: “Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos, mas sob a tua palavra lançarei as redes”.
Pode não haver lógica, mas a fé vai além. Foi uma resposta de fé, mais que uma resposta da experiência, do conhecimento da pesca ou lógica na técnica de pescar, etc.

2. Primeira resposta dos discípulos. Antes de chamar os discípulos, a Bíblia diz que Jesus passou a noite orando. Ele não escolheu pessoas extraordinárias; escolheu pessoas simples para tarefas extraordinárias. Mas o impressionante é que Marcos descreve o propósito desse chamado: em primeiro lugar, para ESTAREM COM ELE (Mc 3:14), e depois para Lhes ENVIAR A PREGAR. A resposta imediata de uma vida de comunhão é uma vida em missão.

3. Segunda resposta dos discípulos. Os discípulos estavam, sem dúvida, relacionados à visão que tinham do futuro. Achavam que Jesus libertaria Israel dos romanos, restauraria o reino de Davi e seria seu novo rei em toda a glória que a nação experimentara sob o governo do rei Salomão, um reino terrestre que nunca existiria, e ignoravam o que Jesus estava dizendo sobre o reino eterno que Ele oferecia por meio de Sua morte iminente.

II. Encontro com a Majestade de Cristo e Sua Palavra.
1. Encontro com Sua palavra. Assim como Ele recorreu às Escrituras em Sua batalha contra Satanás no deserto, usou as Escrituras posteriormente para afastar as trevas nas quais esses dois homens estavam mergulhados, no caminho de Emaús.
2. Encontro com a Majestade de Cristo. Três evangelistas registram este incidente. Mateus e Lucas mencionam que os discípulos simplesmente clamaram para Jesus que estavam se afogando, enquanto Mateus acrescenta um grito de socorro: “Salva-nos!” (Mt 8:25;. Lc 8:24). Marcos informa a solicitação como uma pergunta: “Não te importa que pereçamos?” (Marcos 4:38). Jesus não disse nada, simplesmente levantou-Se, ergueu a mão e ordenou que o vento e as ondas se aquietassem. Deus tem muito mais poder que o reino das trevas.