Detalhes

Educação, Educação
3 anos atrás

Devido ao período eleitoral pelo qual passa o País, um grupo de alunos do ensino fundamental da Escola Adventista de Chapecó parou suas atividades rotineiras e no dia 30 de setembro promoveu uma tarde de votação para eleger um aluno como prefeito da escola.

A iniciativa foi criada com o objetivo de ensinar as crianças a entender o processo de uma campanha eleitoral e a conscientizá-las sobre a importância de escolher bem um candidato, mesmo que ainda não tenham idade para exercer o voto.

“Na campanha que promovemos na escola, muitos alunos preferiam escolher o candidato que oferecesse algo material. Mas, com a ajuda das professoras, chamamos a atenção deles para o critério da escolha, ou seja, votamos em quem nos dá algo agora ou para quem pode nos oferecer algo futuro e melhor para todos?”, explica Grazieli Selhorsti, coordenadora pedagógica da Rede de Educação Adventista de Chapecó.

Ainda segundo Grazieli, durante as “campanhas eleitorais” que ocorreram no ambiente escolar ao longo do bimestre, alguns estudantes queriam distribuir doces para ganhar a eleição com a promessa de que eles fariam algo diferente caso fossem eleitos. Além disso, em grupos criaram suas propostas para o contexto da instituição. De sala em sala de aula e durante os intervalos, os candidatos apresentaram suas propostas e criaram métodos para chamar a atenção para o seu partido.

Outra proposta desse projeto é que ele não fique apenas no ambiente escolar, mas sirva para os alunos conscientizarem os pais a analisar as propostas e pensar bem nos seus critérios na hora de escolher seus representantes.